Reestruturação tributária deve ser prioridade pós Previdência, afirma Efraim

02 de fevereiro de 2018

O líder do Democratas, Efraim Filho (PB), defendeu nesta quinta-feira a reestruturação tributária como agenda posterior à discussão sobre o sistema previdenciário. “É fundamental, considerando os cenários interno e mundial, começar a pensar no dia seguinte, numa agenda que é essencial para todos os cidadãos e empresas, sobrecarregados pela alta carga tributária”, afirmou.

Ele lembrou de recente afirmação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), de que a reforma tributária ganhou nova relevância, depois das mudanças aprovadas pelo presidente Trump nos Estados Unidos. “É o grande player mundial, que mudou suas regras, o que nos forçará a também debater o tema tributário para que nossas empresas não percam mais competitividade no cenário global”, afirmou o líder do Democratas.

Segundo Efraim, que também preside a Frente Parlamentar Mista do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, apoiada pela UNECS – União Nacional das Entidades do Comércio e Serviços – o mundo está vivendo “um cenário de mercado globalizado e sem fronteiras”, situação que precisa ser enfrentada também aqui no Brasil.

“Se nada for feito, corremos o risco de empurrar nossas empresas para países mais competitivos, inclusive vizinhos do Mercosul, como Argentina e Paraguai, bem como gerar uma perda de atratividade para investimentos estrangeiros”, disse, para completar: “Sem as empresas e os investimentos, não há emprego. E geração de emprego, renda e oportunidade é sempre a nossa maior preocupação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *